Geral

Defesa anexa proposta oficial do Boa em novo pedido de prisão domiciliar para Bruno

BRUNO - TRIBUNALO advogado de Bruno Fernandes, Tiago Lenoir, disse nesta segunda-feira que o goleiro ficou feliz com o interesse demonstrado pelo Boa Esporte em sua contratação, caso seja absolvido na Justiça. Ele revelou que tentará conseguir prisão domiciliar para o arqueiro, nesta quarta-feira, viabilizando assim poder assinar contrato com o time de Varginha e iniciar os treinamentos.

“Na quarta-feira será julgado um pedido nosso de prisão domiciliar para o Bruno e neste pedido anexamos a proposta oficial de contrato do Boa Esporte. A lei permite ao Bruno que cumpra a prisão preventiva no regime domiciliar”, explicou Tiago Lenoir, em entrevista ao UOL Esporte.

De acordo com Tiago Lenoir, em caso de aceitação da Justiça, Bruno estaria apto a assinar o contrato com o Boa e iniciar atividades pelo clube. “Ele poderá treinar normalmente e participar das viagens, desde que o juiz seja informado com a antecedência o destino”, disse.

Mas, como o julgamento de Bruno está marcado para a próxima segunda-feira, dia 4 de março, o cumprimento desse possível contrato com o  Boa Esporte dependeria da sentença. Uma condenação em regime fechado, por exemplo, impediria o desempenho profissional.

  Segundo o advogado do goleiro, a proposta por Bruno foi formalizada pelo Boa Esporte no dia 27 de novembro de 2012, mas divulgada apenas no último sábado. O vínculo do goleiro com o Flamengo, seu ex-clube, se encerrou em janeiro deste ano e desde então o atleta está sem vínculo de trabalho.

“O Bruno ficou feliz ao saber do interesse do Boa, mas ele está mais preocupado com o seu julgamento, ele quer provar a sua inocência,mas ficou feliz em saber que tem a oportunidade de recomeçar”, observou Tiago Lenoir. O advogado informou que Bruno não vem se preparando fisicamente na prisão.

Bruno Fernandes está preso desde junho de 2010 e é acusado de participar na morte da ex-amante Eliza Samúdio. No dia 4 de março, o jogador e sua mulher, Dayane Rodrigues, serão julgados em Belo Horizonte. Em 22 de abril, será a vez do julgamento do ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola. Luiz Henrique Romão, o  Macarrão, e Fernanda Gomes de Castro, amigo e amante do ex-goleiro, foram condenados ano passado.

No sábado, em nota oficial, assinada pelo presidente Ronê Moraes, o Boa Esporte admitiu ter iniciado tratativas com advogados de Bruno para contratar o ex-goleiro do Flamengo, dependendo do resultado do julgamento. De acordo com a diretoria do clube de Varginha, a sua contratação, caso aconteça, atenderá ao aspecto técnico. (Uol)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo