GeralJustiçaPolítica

Rui ameaça acionar a justiça por igualdade na distribuição de vacinas pelo MS

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), ameaçou acionar o Ministério da Saúde na Justiça para garantir a distribuição igualitária de doses de vacinas contra a Covid-19 a estados. Na última quarta-feira (11), durante o Papo Correria, nas redes sociais, o petista afirmou que há uma “perseguição ao Nordeste e ao estado da Bahia” por parte da pasta federal. 

De acordo com Rui, o estado está “no fim da fila” das unidades da federação em relação a recepção de doses de imunizantes contra o novo coronavírus. “É um absurdo ter discriminação na distribuição de vacinas. Ou seja, discriminar estados do Nordeste, discriminar a Bahia, que está recebendo quantitativo menor, comparado pela população, que outros estados brasileiros”, disse.

Ele indicou que já acionou a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para analisar a situação. Ele declarou que o objetivo é exigir “uma distribuição proporcional ao tamanho da população dos estados”. O gestor não descartou recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF).

A mesma situação vem ocorrendo com outros estados. Segundo a Coluna do Estadão, o governador paraense, Helder Barbalho (MDB), pediu à Procuradoria de seu estado para deixar pronta uma ação judicial. O objetivo é tirar o Pará da penúltima posição na lista de doses recebidas por habitante.

Em São Paulo, o governador João Doria também falou em judicializar o caso das doses não entregues. Além disso, a publicação cita o caso da Bahia, cujo déficit foi de mais de 900 mil doses, segundo um levantamento da Secretaria de Saúde do Estado. Bahia Notícias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo