Saúde

Dor de garganta é o principal sintoma da variante ômicron

Perda de paladar e olfato também é característico da covid-19.

A variante ômicron do vírus SARS-Cov-2 tem tido como sintoma principal a dor de garganta, ela já está presente em 149 países e se espalha pelo Brasil de forma rápida.

Dados da Agência de Inovação Clínica da Austrália, obtidos pelo Uol, mostram que alguns estudos evidenciam o aumento de relatos de dor de garganta, além de redução do paladar e olfato. De forma geral o surgimento de variantes não altera a forma como a doença se manifesta, a informação é do infectologista Jaime Rocha, professor da Escola de Medicina da PUCPR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná).

Geralmente os sintomas da covid-19, surgem entre o 2º e o 12º dia do contato com o vírus, no caso da ômicron a incubação tem ocorrido na maioria dos casos de três a quatro dias.

Além dos dois sintomas citados acima, pode ocorrer também: febre, calafrios, tosse, dificuldade para respirar, cansaço, dor muscular ou no corpo, cefaleia (dor de cabeça), congestão nasal ou coriza, náusea ou vômito. e diarreia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo