GeralNotícias

PT reúne 150 militantes em jantar de vaquinha para mensaleiros

catsA Juventude do PT no Plano Piloto, que organizou um jantar na noite desta quinta-feira para arrecadar dinheiro para o pagamento das multas dos condenados do partido no julgamento do mensalão, conseguiu reunir 150 militantes em uma galeteria de Brasília. Apesar de não informar o valor angariado com as entradas, que custaram de R$ 100 a R$ 1 mil, os organizadores do encontro garantem que o resultado foi acima do esperado. “A procura foi muito grande. Tivemos gente de outros Estados querendo saber se poderiam vir ou se faríamos esses encontros fora de Brasília”, disse Pedro Henrichs, da direção da Juventude do PT. Ele ainda informou que o custo de cada convidado foi de R$ 46, o que deve gerar um bom lucro para os mensaleiros.

Os beneficados pela vaquinha do PT serão o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente do partido José Genoino, o deputado federal João Paulo Cunha e o ex-tesoureiro da sigla Delúbio Soares. Somadas, as multas aplicadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) aos condenados petistas ultrapassa R$ 1,8 milhão. A deputada federal Érika Kokay (PT-DF) chegou a aparecer no evento e fez a fala de abertura do debate sobre o processo do mensalão, que começou pouco após o jantar. No entanto, até as 21h, nenhum petista graúdo havia comparecido ao local, apesar de os militantes estarem aguardando a presença do ex-presidente do partido Ricardo Berzoini. Entre o baixo clero, a aposentada Cléo Malta, que contribuiu com R$ 200, parecia não saber exatamente o destino do dinheiro.

“Acho importante esse trabalho social do PT. Comprei esse ingresso porque confio no que o partido faz”, disse. Questionada se concordava com a contribuição para o pagamento das multas, Cléo fez cara de surpresa e disse que preferia não comentar.

Mas também houve quem não concordasse com o objetivo do encontro. Segurando uma folha de papel com críticas aos mensaleiros, a advogada Marília Gabriela Ferreira fez um protesto solitário na porta do restaurante. “Moro aqui perto e achei um absurdo isso. Acredito que quem ajuda bandido também concorre com o crime. Vim como cidadã protestar porque essas pessoas foram condenadas e parece que não fizeram nada de errado”, desabafou. Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo