Cidades

Por mensagem, Eduardo Cunha cobra pagamento da OAS: 'Esqueceu de mim?'

EDUARDO CUNHAUm relatório da Polícia Federal que faz parte das investigações da Operação Lava Jato denuncia frequentes pedidos de pagamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ao ex-presidente da construtora OAS.

Segundo o jornal O Globo, os dois conversaram através de mensagens 94 vezes entre 2012 e 2014, o que representa uma média de um contato a cada 11 dias. O parlamentar solicitava repasses de para diferentes campanhas eleitorais e discutia a tramitação de medidas provisórias no Congresso.

Os pagamentos também beneficiaram o atual ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (PMDB), que na época da troca de mensagens revelada pela PF era o presidente da Câmara dos Deputados. Em um dos diálogos entre Cunha e Pinheiro revela a participação de Alves nos repasses. “Vc resolveu só metade Henrique ontem, esqueceu de mim? Rsrs”, questionou o parlamentar no dia 14 de agosto de 2012. “Me dê um tempinho.

O nosso pessoal fez uma programação que não tinha visto”, respondeu o empreiteiro em seguida. As conversas entre os dois aconteceram antes da prisão do ex-presidente da OAS, condenado a 16 anos e 4 meses de reclusão pela Operação Lava Jato por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Ainda de acordo com o jornal O Globo, a PF fez um levantamento indicando que ao longo das conversas analisadas, Cunha fez 27 pedidos a Pinheiro, enquanto Pinheiro fez 26 pedidos a Cunha.

Noticias ao Minuto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar