Cotidiano

Lula e Kalil fazem aliança em Minas Gerais

O PT e o PSD oficializaram nesta quinta-feira, 19, uma aliança para as eleições deste ano em Minas Gerais, com as legendas apoiando o ex-presidente Lula (PT) para a Presidência da República e o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD) para o governo do Estado.

A costura política foi confirmada pelo deputado federal e coordenador da campanha de Lula em Minas, Reginaldo Lopes (PT). Os mineiros representam o segundo maior colégio eleitoral do país e palanque conjunto dos dois partidos é estratégico para as duas pré-candidaturas.

O ex-prefeito da capital mineira, que deve ter o governador Romeu Zema (Novo) como seu principal oponente na disputa pelo Palácio da Liberdade, publicou hoje nas redes sociais um jingle sacramentando a parceria e escreveu: “Em Minas é Lula e Kalil”.

A aliança entre PT e PSD foi possível com a decisão de Reginaldo Lopes de se retirar da disputa pelo Senado em prol do senador Alexandre Silveira (PSD), que tentará a reeleição. Em compensação, os petistas devem indicar um nome para ser vice de Alexandre Kalil. Lopes e o deputado estadual André Quintão (PT) são os mais cotados.

O acordo começou a ser alinhado, no último fim de semana, pelo ex-presidente Lula e pelo presidente do PSD, Gilberto Kassab, para convencer parte do PSD que discordava de aliança com PT. Deputados federais do partido no estado vinham manifestando preferência pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Revista Oeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo