Esportes

Luis Fabiano critica declaração de Pato; Milton se cala sobre polêmica

LUIS FABIANO - SPFC - MARCA PENALTYO técnico interino Milton Cruz perdeu pela segunda vez em oito jogos desde que assumiu o São Paulo após a saída de Muricy Ramalho, em 6 de abril. Nesta quarta-feira, a derrota por 1 a 0 foi seguida da derrota também nos pênaltis, contra o Cruzeiro, e custou a eliminação do time nas oitavas de final da Copa Libertadores. Após o jogo, Milton Cruz se incomodou com uma questão sobre Paulo Henrique Ganso e se calou sobre uma declaração polêmica de Luis Fabiano, criticando o companheiro Alexandre Pato.
No domingo, Pato entrou durante o segundo tempo da partida contra o Flamengo e mudou o jogo. Criou a jogada do primeiro gol e marcou o segundo, e viu o São Paulo vencer por 2 a 1 no Morumbi, na estreia pelo Brasileirão. Depois da partida, falou que não aceitará ser reserva em 2015. Luis Fabiano, então, respondeu nesta quarta-feira, depois de entrar durante o segundo tempo e perder um dos pênaltis na eliminação para o Cruzeiro.
“Sempre estive com o grupo e me doei ao máximo. Trabalhei com honestidade e estava junto nos momentos bons e ruins. Aceitei ficar no banco. Por tudo o que passei no futebol, poderia estar chiando, mas não foi o caso. Aturei uma fala no momento errado do Pato, dizendo que não aceitaria ficar no banco. Eu engoli calado, mas não tenho nada contra o Pato. Ele é um grande cara e jogador”, falou, em entrevista ao Globoesporte.

Milton Cruz, então, fugiu da polêmica. Questionado sobre a declaração de Luis Fabiano, o interino não quis comentar.
“Jogador que aceita ser reserva, aí não pode. Eu não vou comentar porque não vi, então não posso comentar. Luis não falou nada no vestiário. Mas acho que não, senão teria visto alguma coisa, mas ele não falou nada, não”, disse.

Durante a partida, a transmissão da Fox Sports informou que o interino havia discutido em dois momentos com o camisa 10 são-paulino, que não fez boa partida. Questionado sobre a suposta discussão após a partida, Milton rebateu.
“Você está brincando. Você está criando coisa que não existe. Ele sabe, não teve discussão e não teve nada. Se falaram para você, está enganado. Ganso está ajudando muito, não vou discutir com ninguém. Não vou discutir com jogador, não. Procuro corrigir algumas coisas, mas não discutir. Procuro levar na boa e conversar pessoalmente. Se tivesse acontecido alguma coisa com o Ganso não teria gesticulado nada”, disse. (Uol)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar