Slide

Juazeiro: Sete presos ficam feridos durante rebelião

Sete presos que foram feitos reféns durante a rebelião do Conjunto Penal de Juazeiro, encerrada na manhã desta terça (20), ficam feridos durante no motim. De acordo o comandante do policiamento na área onde fica a penitenciária, major Yulo Lins, os ferimentos foram sem gravidade. “Foi provocado por eles mesmos. Dois foram medicados na própria unidade prisional e os outros cinco foram levados para hospitais por precaução, para passarem por exames”, informou. Ainda segundo ele, os rebelados se renderam após observarem o reforço policial. De acordo com a Secretaria estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), os presos destruíram celas, quebraram grades, paredes e cadeados, além de queimarem colchões. “A ala B onde ficavam 287 presos foi completamente destruída, com capacidade de ocupação zero. Agora avaliamos a possibilidade de transferência, estamos na fase de triagem, entrando em contato com o Ministério Público e o poder Judiciário”, disse o major. A estimativa da pasta é de que a ala seja recuperada dentro de um mês. Um inquérito foi instaurado para apurar os responsáveis pelo motim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo