Geral

Jovem de Jaguaquara que aguardava por leito de UTI morre enquanto era transferida

Uma jovem oriunda da localidade de Itíuba, na área rural de Jaguaquara, que teria dado entrada no Centro de Saúde do bairro Murutiba [unidade de saúde que substitui o Hospital Municipal que está fechado para reforma] foi a óbito na noite esta quarta-feira (22), quando era transferida para o Hospital Geral Prado Valadares – HGPV, em Jequié.

A jovem, de 18 anos, que aguardava por um leito de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) era cardíaca e apresentava complicações quando foi transferida após o município conseguir vaga no HGPV, mas faleceu durante o trajeto, na BR-116, enquanto era transferida de uma ambulância de Jaguaquara para uma Unidade de Suporte Avançado (USA), que a levaria até Jequié.

Vale salientar que o Prado Valadares enfrenta superlotação de leitos em decorrência do número crescente de casos de Covid-19 e as prefeituras da região encontram dificuldades na regulação e transferência de pacientes, inclusive com outras enfermidades, que foi o caso da moradora de Jaguaquara – situação que revela a importância de prevenção contra o vírus, pois já são claros os sinais de colapso na saúde pública em todas as regiões. Já são 801 casos do vírus no município, com o registro de 07 óbitos.*Com informações  do Blog do Marcos Frahm.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo