Cotidiano

Homem que vazou imagens íntimas da ex-namorada é condenado a prisão

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) manteve, nesta segunda-feira (3), a decisão que condenou um homem por divulgar fotos e vídeo íntimos da ex-namorada, sem o consentimento da vítima. De acordo com o jornal Correio Braziliense, o réu cumprirá um ano e quatro meses de reclusão, em regime aberto, e pagará R$ 2 mil, a título de danos morais, pelo crime de divulgação de cena de sexo ou de pornografia.

Ainda segundo o jornal, em 4 de agosto de 2018, um tio da moça recebeu no WhatsApp imagens e vídeos com conteúdo sexual da sobrinha. O familiar mostrou para à esposa, que reconheceu e comunicou a vítima. Em seguida, a mulher entrou em contato com o ex-namorado, que confirmou o compartilhamento do vídeo com alguns amigos.

O ex-namorado alegou que perdeu o celular durante uma viagem e que, por isso, os vídeos e fotos teriam sido espalhados pela internet. Segundo a investigação, as fotos foram tiradas ainda durante o relacionamento do casal e tiveram o consentimento da vítima, mas o vídeo teria sido filmado sem a autorização da ex-parceira em outra ocasião.

Para a juíza, a materialidade do delito está comprovada pela Portaria de Instauração do Inquérito Policial, pela Comunicação de Ocorrência Policial e pela prova oral acostada aos autos.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar