Bahia

Edital para concurso da prefeitura de Senhor do Bonfim, na Bahia, se aproxima

Serão 472 vagas para os níveis fundamental, médio/técnico e superior.

O concurso para prefeitura de Senhor do Bonfim, que deve ofertar 472 vagas para cargos temporários de níveis fundamental, médio/técnico e superior, tem edital e organização de banca cada vez mais próximos de serem definidos e divulgados. Isso porque o processo de licitação para a escolha da empresa apresentou movimentações e está perto de definir a ganhadora.

De 13 empresas que se cadastraram para participar da formação do certame, quatro estavam presentes na sessão – uma delas foi descartada por ser considerada inabilitada. Dessa forma, seguem na disputa as bancas SEPROD, FUNCERN e CONSEP.

Os salários mensais para as vagas ofertadas pelo certame variam entre R$ 998,00 e R$ 13.715,17. São 73 vagas de nível superior, 313 em formação técnica e 86 para formados no nível fundamental. As oportunidades são divididas em mais de 40 cargos diferentes.

Os ofícios são direcionados à maioria das áreas de atuação da Administração Municipal, para as seguintes secretarias: Saúde, Educação, Administração, Desenvolvimento Econômico, Turismo e Esportes, Infraestrutura e Meio Ambiente, Desenvolvimento Agropecuário e Assistência Social.

O edital ainda não foi divulgado. Portanto, as datas de realização da prova e de abertura de inscrições ainda não são conhecidas. O que já se sabe é que as taxas de participação serão de R$ 63,00 a R$ 130,00, conforme o nível de escolaridade e o cargo escolhido pelo candidato.

O último concurso público no município ocorreu em 2016 e foi organizado pela Fundação de Administração e Pesquisa Econômico-Social (FAPES). Nele, eram 308 vagas para diversos cargos de nível fundamental, médio e superior.

Na ocasião, os candidatos foram avaliados em provas de até duas etapas variadas. Eram elas:

Prova objetiva 

Esta etapa foi obrigatória a todos os cargos e teve caráter eliminatório e classificatório. A prova consistiu em 30, 40 ou 50 questões de múltipla escolha, dependendo do cargo, e teve duração de quatro horas.

Prova de títulos 

A segunda etapa foi exigida apenas para os candidatos a cargos de nível superior não eliminados na primeira prova, para que pudessem apresentar diplomas e certificados que atestam o que foi pedido pela banca examinadora – uma espécie de comprovação da formação educacional e profissional solicitada. A etapa também foi eliminatória e classificatória.

Prova prática 

Esta foi destinada apenas aos interessados aos cargos de Operador de Máquinas e Motorista, na qual foram avaliados seus conhecimentos e habilidades com o maquinário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar