Cotidiano

Americanas perde quase R$ 1 bilhão com ataque ‘hacker’

O ataque hacker que atingiu o site da Americanas em fevereiro causou perdas de pouco mais de R$ 920 milhões em vendas. A informação consta em um relatório publicado pela empresa na sexta-feira 13 e divulgado pelo jornal O Globo.

O incidente ocorreu entre os dias 19 e 20 e deixou o site instável por cinco dias. Além do comércio eletrônico da Americanas, também foram afetados os sites Submarino, Shoptime e Sou Barato.

De acordo com um comunicado divulgado pela controladora das marcas à época, havia sido identificado um acesso não autorizado. Dessa forma, as páginas acabaram sendo suspensas temporariamente.

A rede física permaneceu operando, embora as entregas em curso naquele momento tenham ficado restritas aos pedidos feitos antes do incidente. Depois da normalização das operações, no dia 24 de fevereiro, a Americanas ampliou os horários de atendimento ao cliente para normalizar processos e vendas.

No relatório divulgado à imprensa, a companhia informou que sua plataforma de e-commerce apresentou crescimento de 20% em volume de vendas no primeiro trimestre do ano — após alta de quase 90% em igual período de 2021 — apesar do incidente de segurança de fevereiro.

Revista Oeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo