BrasilCidadesGeral

Weintraub se mantém calado em depoimento à PF no Ministério da Educação

O ministro Abraham Weintraub se manteve em silêncio em depoimento na manhã desta sexta-feira (29) no Ministério da Educação. Durante o interrogatório, ele não respondeu às perguntas. O depoimento era parte das investigações do chamado “inquérito das fake news”, aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro do STF, Alexandre de Moraes determinou o depoimento de Weintraub para explicações sobre sua afirmação durante reunião ministerial do dia 22 de abril, quando pediu a prisão de todo o STF.

O objetivo do depoimento foi esclarecer a manifestação de Weintraub na reunião ministerial de 22 de abril, cujo conteúdo se tornou conhecido na semana passada, no entanto, ele apelou ao direito de permanecer em silêncio,  postura totalmente diferente da reunião ministerial, onde o ministro exaltado defendeu a prisão de ministros do STF, chamados-os de “vagabundos“. “Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF”, bradou na ocasião.

O governo tentou impedir o depoimento de Weintraub. O ministro da Justiça, André Luiz Mendonça, entrou com um habeas corpus preventivo no Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar suspender o depoimento.  André Mendonça argumentou que não existe relação entre o objeto do inquérito e o exercício da liberdade de expressão.

G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo