Cotidiano

V. da Conquista: menores sugerido que outra pessoa cometeu o estupro e não o pai

Acusado está custodiado e perdeu a guarda dos filhos temporariamente.

A exposição precoce e inapropriada da identidade do pai suspeito de estuprar as filhas, inclusive possibilitando a identificação das adolescentes, pode causar prejuízo irreparável a família.

O grande problema é que novos fatos sugerem que o caso pode ter reviravolta. Nessa quarta, 06, as adolescentes foram ouvidas e, segundo apurou a reportagem, elementos indicam a possível inocência do advogado. Ao que parece as adolescentes podem ter sido abusadas por outra pessoa. O pai das garotas permanece preso e temporariamente perdeu a guarda das filhas. A Deam continua com as investigações para desvendar o caso de estupro das adolescentes. Fonte: Blog do Marcelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo