Cotidiano

Torcedor do Bahia denuncia ingresso corporativo sendo vendido de R$ 70

Mais um denúncia de comércio irregular de ingressos corporativos chegou ao Galáticos Online na noite desta quinta-feira (18). Os bilhetes destinados à Federação Bahiana de Futebol e parceiros do clube, como a Caixa e a Ambev, têm chegado às mãos de cambista e dessa vez foram vendidos antes da partida entre Bahia e Londrina pela Copa do Brasil. Segundo o torcedor, que não quis se identificar, ele comprou o bilhete por 70 R$ na mão de um cambista.

O comércio irregular destas entradas vem prejudicando Bahia e Vitória. Os chamados ingressos ‘cortesias’, com valores oficiais de R$ 1, são repassados para torcedores por valores variados.

De acordo com a LEI No 10.671, DE 15 DE MAIO DE 2003 – Estatuto do Torcedor, a venda de ingressos acima do valor estipulado no bilhete é crime. A lei ainda determina aumento da pena para servidores públicos, pessoas envolvidas com a organização do evento, emissão, distribuição ou venda dos bilhetes, dirigentes de entidades esportivas e torcidas organizadas. A pena para o crime de cambismo é de reclusão de dois a 4 quatro anos e multa (Incluído pela Lei nº 12.299, de 2010).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo