Cidades

TJ-RJ nega habeas corpus de lutador marroquino preso por assédio sexual

HASSAN SAADAO Plantão Judiciário negou o habeas corpus do atleta marroquino de boxe Hassan Saada, de 22 anos, que foi preso por suspeita de ter estuprado duas camareiras brasileiras na Vila dos Atletas, na quarta-feira (3).

O pedido foi indeferido pelo desembargador Wilson do Nascimento Reis indeferiu na madrugada deste sábado (6). Na decisão, o desembargador afirmou não ter encontrado qualquer irregularidade na prisão que justificasse o deferimento do habeas corpus.

Segundo o advogado de defesa Paulo Freitas Ribeiro, Hassan está fora da Olimpíada. De acordo com Ribeiro, ele iria disputar hoje o ringue com o turco Nadir Mehmet Unal, mas não há mais como recorrer da decisão para garantir que ele permaneça na competição.

Leia mais

Globo desiste de aumentar elenco da ‘Escolinha’ por vaidade dos atores

Dois? Kelly Key revela se está grávida de gêmeos

Maria Guedes lança pré-candidatura a vereadora em Mutuípe

Travessia Salvador-Mar Grande tem fluxo tranquilo durante manhã

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo