Slide

Supercomputador brasileiro é desligado por falta de dinheiro para pagar a conta de luz

SUPER COMPUTADORO supercomputador mais poderoso da América Latina, o ‘Santos Dumont’, foi desligado por falta de recursos para arcar com a conta de energia, cinco meses após sua inauguração.
De acordo com a CBN, o equipamento chega a custar R$ 500 mil mensais ao Laboratório Nacional de Computação Científica, em Petrópolis, mas como o governo não reajustou o orçamento da unidade, o valor das contas passou a consumir 80% dos recursos do laboratório. “No mês de maio, vimos que não havia a possibilidade de manter o computador ligado e tivemos a decisão de desligá-lo, diante da imprevisibilidade de chegada dos recursos para a energia elétrica”, disse Augusto Gadelha, diretor da unidade.
O supercomputador era utilizado para pesquisas voltadas à área de saúde, como o mapeamento genético do vírus da zika e a modelagem do sistema vascular, assim como em estudos na área de energia, petróleo e gás. “São projetos que teriam impactos positivos sociais e econômicos, mas estão parados por causa da indefinição quanto ao uso do supercomputador”, lamentou Antônio Tadeu, chefe do Sistema Nacional de Processamento de Alto Desempenho.
O Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações disse conhecer a situação e que está em busca de suplementação orçamentária para o laboratório junto ao Ministério do Planejamento, mas não há previsão de anúncio.
Leia mais
Funcinário da Prefeitura de Jaguaquara morre após capotar veículo na BR-420
Pinto é gerado fora do ovo, veja a experiencia
ACM Neto aguarda definição de adversários para anunciar candidato a vice
Homem é morto na porta de casa em Ipiaú

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar