BrasilGeral

São Paulo confirma 1º caso de variante em paciente que não esteve em Manaus

A prefeitura de São Paulo confirmou na noite de sábado (13) o primeiro caso de uma pessoa infectada com a variante de Manaus do novo coronavírus, conhecida como P.1, em paciente que vive na capital paulista e não esteve no Amazonas.

A pessoa infectada é moradora do Ipiranga, na Zona Sul da capital paulista. 

O diagnóstico foi realizado pelo Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (USP). Diante da descoberta, especialistas da Coordenadoria de Vigilância em Saúde, da Secretaria Municipal da Saúde, alertaram a população sobre a maior transmissibilidade dessa variante e recomendaram a busca imediata de serviço médico em caso de sintomas da doença como tosse, febre, dor de cabeça, entre outros.

“O caso identificado apresentou sintomas leves de Síndrome Gripal, não necessitando de internação”, informou a prefeitura, em nota. O exame foi realizado na sexta-feira (12).

“Desde o final do mês de janeiro, quando surgiu  a variante de Manaus em pacientes vindos de Manaus, a Prefeitura de São Paulo destinou de imediato o Hospital Municipal Dr. José Soares Hungria, em Pirituba, zona oeste da capital, para tratamento desta nova variante”, completou o governo municipal.

Neste hospial, a prefeitura reservou 10 leitos, totalmente isolados, para que os pacientes possam ser atendidos, com a possibilidade de ampliar o espaço em caso de necessidade.

A variante P.1 do novo coronavírus pode reduzir a capacidade dos anticorpos de neutralizar a ação do vírus, segundo observação feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em boletim epidemiológico semanal divulgado na terça-feira (9).

Antes de ser detectada em São Paulo, a nova cepa do novo coronavírus tinha sido encontrada em ao menos 10 cidades do Amazonas, além da capital Manaus.

CNN Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo