CidadesGeralMundo

Rússia negocia com americanos e europeus para fabricação da vacina Sputnik V

A Rússia revelou que vai anunciar parcerias para a produção da vacina Sputnik V, desenvolvida no país com o objetivo de imunizar contra a Covid-19, com sócios americanos e europeus.

Nesta semana a Rússia confirmou negociações com o Brasil. A Bahia reservou 50 milhões de doses da vacina, mas a compra só será efetivada após o processo de validação do medicamento. 

Conforme reportagem da Folha, a Rússia está em contato com o governo federal, que havia descartado o imunizante por já ter um acordo para fabricar a vacina britânica da AstraZeneca/Universidade de Oxford, cujos testes foram suspensos para averiguar uma reação adversa.

A informação foi dada ao jornal por Kirill Dmitriev, presidente do Fundo Russo de Investimentos Diretos, que bancou os cerca de R$ 300 milhões do desenvolvimento do imunizante pelo Instituto Gamaleya e é responsável pela estratégia de vendas e parcerias do produto.

Dmitriev antecipou à reportagem que em cerca de duas semanas o país fará anúncios de acordos com empresas privadas e fundos de investimento para fabricação e distribuição da vacina.

Bahianoticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo