CidadesGeral

PSB recusa ministério para voltar à base do governo Dilma

DILMA - TRISTEO PSB recusou a oferta de um ministério, oferecido pela presidente Dilma Rousseff (PT), como estratégia para que a legenda volte a compor a base do governo. Dirigentes do PSB e assessores do governo afirmaram ao G1 nesta quarta-feira (30) que o partido foi sondado, mas recusou a proposta.

O PSB integrou o governo petista desde o primeiro mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas a legenda rompeu com o governo Dilma em 2014 para lançar a candidatura à presidência da República do ex-governador Eduardo Campos. Desde então o partido passou a adotar postura independente no Congresso Nacional. Um dirigente do PSB que prefere o anonimato disse que o partido “nunca cogitou” assumir um ministério para voltar à base. “Não há ninguém, uma pessoa no partido, que defenda essa hipótese de assumirmos um ministério.

Leia mais

PSB pretende lançar candidato a prefeito em, pelo menos, doze capitais

Lídice não confirma candidatura; PSB pretende debater nome para 2016

Deputado que liderou apoio a Dilma comemora proibição do PSB de participar do governo

Nós temos disposição de ajudar o país desta crise, se houver, por parte do governo, propostas que sirvam ao país, mas assumir cargos, não. Existiram sondagens nesse sentido, mas isso não está na nossa pauta”, afirmou. Caso o PSB aceitasse uma pasta da Esplanada dos Ministérios, a mais provável era Ciência e Tecnologia, atualmente chefiada por Aldo Rebelo (PCdoB). Diante da sinalização negativa do PSB, o ministério pode ficar com o PMDB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo