Geral

Prisão de Vaccari pode levar a perda de registro do PT, diz oposição

69966Parlamentares da oposição afirmam que a prisão do tesoureiro do PT João Vaccari Neto na 12ª fase da Operação Lava-Jato pode levar o Partido dos Trabalhadores a perder o registro de partido político.
 
Na visão deles, há indícios de que a presidente Dilma Rousseff (PT) possa ter se beneficiado de recursos arrecadados pelo tesoureiro da legenda.
 
“O PT não tem credenciais de partido político, e sim de lavanderia. O partido é reincidente ao ter o tesoureiro Vaccari, sucessor de Delúbio Soares, flagrado e preso por arrecadar dinheiro desviado de empresas públicas para alimentar suas campanhas e encher os bolsos de seus dirigentes”, afirmou, por meio de nota, o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO).
 
Em nota, o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), disse que a prisão do tesoureiro confirma que o PT se tornou um partido financiado pelo crime e complica ainda mais a situação da presidente Dilma.
 
“A prisão de hoje também comprova que o mensalão foi o protótipo do petrolão, dois esquemas de corrupção criados para drenar dinheiro público para os cofres do PT com o objetivo de financiar o projeto partidário em detrimento dos interesses do país.”
O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno (PR), observou que o registro do PT pode ser colocado em risco pela suspeita de arrecadação feita com empresas internacionais, o que seria vedado.
 
“Atentem só para a irresponsabilidade do senhor Vaccari. Vejam o poder que o PT concedeu ao tesoureiro do partido. Um poder que, exercido de maneira atabalhoada, pode fazer com que o próprio PT deixe de existir. Parece que nada aprenderam com o caso do mensalão, com as estripulias de Delúbio Soares”, disse Bueno.
 
Caiado afirmou que a prisão de mais um tesoureiro do partido mostra uma reincidência do partido e pode colocar em risco o mandato de Dilma.
“Diante desse cenário, tudo caminha para que o PT perca o registro de partido político. E, comprovado que a presidente Dilma foi beneficiada por esse esquema em suas campanhas, será mais que suficiente para ela perder o mandato por corrupção”, afirmou o parlamentar.
O líder do DEM na Câmara, Mendonça Filho (PE), afirma que a prisão comprova o envolvimento do PT no escândalo de desvio de recursos na Petrobras. Ele destacou o fato de Vaccari ter pedido na semana passada um habeas corpus ao Supremo Tribunal Federal (STF) para não ser obrigado a assinar termo de compromisso em dizer a verdade na CPI da Petrobras.
“A máxima do dia é que mentira tem perna curta. Vaccari foi preso menos de uma semana depois de mentir descaradamente”, disse Mendonça Filho.
 
Veja mais
Obras na Bahia precisam virar realidade, diz Pedro Tavares
Bio Fitness Academia informa: Cresce número de brasileiros que se exercitam e mantêm alimentação adequada
Flamengo contrata veterano meia Almir por empréstimo até o fim do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo