Cidades

Presidente da Petrobras pagou defesa de Cerveró, diz delação

NESTOR CERVEROO presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, autorizou o pagamento de R$ 747 mil para a defesa do ex-diretor Nestor Cerveró após um pedido do senador Delcídio do Amaral. A informação foi divulgada pela Folha de S. Paulo, e tudo provém da delação do senador, que foi homologada pelo STF (Supremo Tribunal Federal).
Leia mais
“Velho Chico”: viúvo, Afrânio vai assumir Iolanda e ameaçar expulsar a mãe de casa
Adolescente morre ao receber choque elétrico em prancha em Pé de Serra
Filha de Zé Dirceu trabalha na Arena Corinthians com salário de R$ 6 mil
Segundo o depoimento de Delcídio, a Petrobras arcava com parte dos honorários advocatícios do advogado de Cerveró no início das investigações da Lava Jato. Quando a companhia parou de fazer os pagamentos, a família do ex-diretor teria procurado Delcídio para que ele interviesse junto a Bendine.
A Petrobras afirmou através de nota “que não procede a informação citada no depoimento do senador Delcídio Amaral sobre o pagamento de honorários a advogados do ex-diretor Nestor Cerveró.” A empresa informa ainda que “oferece a seus executivos cobertura de seguro, que compreende casos de processos administrativos ou judiciais nos quais eles sejam partes em decorrência da prática de atos regulares de gestão.
Noticias ao Minuto
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo