Notícias

PM não fará desocupação da AL-BA, informa comandante

A desocupação da Assembleia Legislativa da Bahia não será realizada pela Polícia Militar, informou o comandante-geral da Corporação, coronel Alfredo Castro, em entrevista ao Bahia Notícias. Fontes do governo informaram à reportagem que a medida não seria adotada, justamente pelo temor de que os professores grevistas “desejariam o confronto” para causar comoção na sociedade. De acordo com o chefe da PM, a responsabilidade pela negociação será do próprio efetivo da AL-BA. “Os prepostos da Assembleia estarão negociando para se chegar a um consenso sem nenhum transtorno. Nós estaremos atentos, mas a orientação é fazer a desocupação de maneira ordeira e consciente”, pontuou Castro, ao descartar invasão ou mesmo envio de tropas do Batalhão de Choque para realizar a operação. Em greve há 101 dias, os docentes já decidiram descumprir a ordem judicial de deixar o espaço. Segundo o juiz da 6ª Vara da Fazenda Pública, Ruy Britto, em caso de desobediência, a força policial seria acionada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo