Cidades

PF anexa fotos e dados de Lula e Okamotto em inquérito sobre a Odebrecht

LULA E OKAMOTOA Polícia Federal anexou fotos e planilhas com dados pessoais do ex-presidente Luiz Inácio da Silva em autos do inquérito que investiga a empreiteira Odebrecht. Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, também foram anexados dados e foto do Paulo Tarciso Okamotto, sócio de Lula na LILS Palestra, Eventos e Publicações, criada para administrar seus contratos com empresas.

Entre os documentos, esta cópia do Pedido de Compra 5318, datado de 4 de julho de 2013, emitido pela Construtora Odebrecht, tendo como fornecedora a LILS. O serviço informado foi “apresentação de palestras”, com pagamento de R$ 400 mil.

A inclusão dos documentos visa reforçar a linha de investigação sobre as relações entre o petista e a companhia. “Conforme se apurou da investigação, os representantes das empresas do Grupo Odebrecht associaram-se aos administradores de grandes empreiteiras com atuação no setor de infraestrutura para, de forma estável e permanente, com abuso do poder econômico, cometer crimes e dominar o mercado de grandes obras de engenharia civil, eliminando a concorrência”, afirma a PF.

A Odebrecht nega envolvimento com o cartel de empreiteiras no esquema de corrupção e propinas na Petrobrás. O Instituto Lula e o ex-presidente têm negado irregularidades nas atividades profissionais. “A Odebrecht Infraestrutura reafirma que mantém uma relação institucional e transparente com o ex-presidente Lula”, afirmou a Odebrecht em nota. “O ex-presidente foi convidado pela empresa para fazer palestras no Exterior, voltadas para empresários, investidores e líderes políticos sobre as potencialidades do Brasil e de suas empresas, exatamente, o que têm feito presidentes e ex-presidentes de outros países, como Estados Unidos, França e Espanha, quando promovem empresas dos seus respectivos países na busca de uma maior participação no comércio global”, explica a empresa.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo