Fato ou Boato?

Para reduzir proliferação do coronavírus, Ford vai aquecer interior dos carros; entenda

Uma forma diferente de reduzir a concentração viral dentro dos veículos, incluindo o coronavírus, foi criada pela matriz da Ford, nos Estados Unidos, em parceria com a Universidade de Ohio.  Sabe como? Aquecendo a cabine.

Segundo o G1, a Ford garantiu que ao elevar a temperatura para 56 graus, e mantendo-a por 15 minutos, as superfícies da cabine são desinfetadas.

Essa tecnologia já está disponível no modelo Police Interceptor Utility, produzidos entre 2013 e 2019, utilizados como viaturas policiais no Canadá e Estados Unidos.

“Nossos estudos com a Ford Motor Company indicam que a exposição ao vírus do coronavírus a temperaturas de 56 graus Celsius ou 132,8 graus Fahrenheit por 15 minutos reduz a concentração viral em mais de 99% nas superfícies e materiais internos usados nos veículos Police Interceptor Utility”, disseram Jeff. Jahnes e Jesse Kwiek, supervisores de laboratório do departamento de microbiologia da Universidade de Ohio.

Isso só foi possível após a empresa fazer algumas modificações nos veículos. Por isso, é desaconselhável que alguém tente fazer isso por conta própria.

A Ford informou que uma das alterações é a instalação de um programa, que gerencia o sistema de climatização utilizando o próprio motor do veículo. Ao detectar que a temperatura na cabine tenha atingido os 56 graus, o nível de aquecimento é mantido pelo tempo necessário.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo