Cotidiano

Número de crianças mortas no trânsito reduziu em 15% na Bahia

CADEIRINHA DE CRIANCAA Bahia reduziu em 15% o número de mortes de crianças (de 0 a 10 anos) no trânsito na última década, bem abaixo da média nacional, que registrou uma redução de 36%. Entre os anos de 2003 e 2013, o número de mortes de crianças em acidentes de trânsito no Estado caiu de 78 para 66 vítimas. No Brasil a queda foi de 1.621 para 1.054 vítimas.
Com isso, 567 crianças foram salvas em todo o país, sejam as ocupantes de veículos motorizados, sejam as que se deslocam a pé ou de bicicleta. A redução do número de mortes de crianças no trânsito foi registrada em 17 estados. Em outros nove estados a taxa ficou estável (Rondônia, Acre, Roraima, Amapá, Piauí, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal), e somente na Paraíba houve aumento na década.
Quinhentas crianças são diariamente vítimas fatais do trânsito em todo o mundo, segundo estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS). Como forma de chamar a atenção dos líderes mundiais para o problema, 500 crianças de escolas do Distrito Federal realizaram na manhã desta segunda-feira (16) uma mobilização na área externa do Congresso Nacional em Brasília. O evento, denominado Save Kids Lives (salvem a vida das crianças, em tradução livre) é uma campanha mundial e oficial, liderada por crianças e coordenada pelo grupo Colaboração Global das Nações Unidas para a Segurança no Trânsito.
O objetivo é conclamar autoridades de todo o mundo a assumir compromissos e adotar medidas pela redução das mortes no trânsito. A Declaração das Crianças para a Segurança Viária já atingiu a marca de 1 milhão de assinaturas e será entregue pelos organizadores aos líderes mundiais e demais participantes da 2ª Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito – Tempo de Resultados, que acontecerá nos dias 18 e 19 de novembro, em Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo