Cotidiano

Neto pede ao STF acesso a investigação envolvendo senador do DEM que escondeu dinheiro na cueca

O prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, assinou nesta quinta-feira (15) uma petição, por meio do setor jurídico da sigla, pedindo acesso ao conteúdo da investigação da Polícia Federal contra o senador Chico Rodrigues (DEM-RR), que teria sido pego escondendo R$ 30 mil na cueca durante buscas em sua casa. Ele é alvo de um inquérito que apura desvio de verbas da Covid-19. 

A petição foi enviada ao ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, relator do inquérito. Foi ele quem pediu o afastamento do senador do cargo por 90 dias. 

“Nós queremos saber tudo o que existe de materialidade para agirmos como sempre. Eu não sou daqueles que julgam os adversários e passam a mão na cabeça de aliados. A lei está ai e tem que valer para todos. Se houve ato ilícito, se houve irregularidade, tem que haver punicação , ponto, não interessa se é do PT, DEM, MDB, PSDB, qualquer partido”, comentou Neto, durante coletiva nesta sexta (16).

Caso tenha acesso aos detalhes das investigações, o conselho de ética do partido vai analisar o caso. Ainda segundo Neto, Rodrigues entrou em contato com ele após as denúncias para explicar o que teria acontecido. “Para prestar as informações dele. Agora, o que importa é o que estará documentado e sob análise do partido com base no processo e seus elementos probatórios”, completou sem entrar em detalhes.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar