GeralLutoMundo

Morre D. Lusia Brito, personalidade mutuipense

Faleceu na manhã deste domingo(31/05) por complicações renais à advogada D. Lusia Brito, considerada uma das personalidades mutuipenses.

De família tradicional na cidade, D. Lusia Brito esteve à frente da defensoria pública do município por muitos anos.

Costumava celebrar seu aniversário, na festa de Santa Luzia, junto à comunidade da Cajazeira.

Filiada ao PSB – Partido Socialista Brasileiro, foi decisiva na política do município por diversas vezes, nos últimos pleitos contribuiu com base de sustentação aos governos de Carlinhos – PT (2001-2008, 2012 – 2016) e Neto e Celso (2009 – 2012), em 2016 migou para a oposição a Carlinhos e apoiando Digão, logrando êxito mais uma vez.

Diversos amigos e personalidade políticas lamentaram perda.

Conheci Luzia como professora de português vinda do Colégio Tylon Egídio , em Jaguaquara, trazendo muitas inovações nos trabalhos de Educação em Mutuípe. Movimentou o esporte como o Vôlei, baleado, ….renovando a prática de Educação Física criando uniformes e muita dinâmica. Criou aos sábados à Noite Cultural com palestras sobre temas políticos, chegada do homem a lua, peças teatrais… enfim, deu uma reviravolta nas atividades educacionais. Estimulou a criação do Grêmio estudantil que coordenou com muita dinâmica , alegria e dedicação; supervisionava todo movimento estudantil. Luzia teve sempre á frente das comemorações das datas históricas da cidade de Mutuípe com tanto entusiasmo determinação e alegria que tudo acontecia de maneira bonita e respeitada. Vivi esse tempo de glória. Tenho muita gratidão como aluna e amiga. Uma grande admiração a essa mulher que tanto fez por todos nós. Lembro com muita admiração que ela foi para Salvador, tornou-se bacharela em Direito e retornou dando nova contribuição a nossa terra. Sempre companheira, amiga! Deus nos permitiu nesses últimos anos a partição no grupo Idade de Ouro como forma de reconhecimento e gratidão a ela, a quem tanto amamos. Deus, na sua bondade , a ampare com se amor. Disse Elenir Rocha.

O velório e o sepultamento deverão seguir as restrições da pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo