Política

“Meu crime foi dizer ao pobre que ele tinha direito a fazer uma universidade”, diz Lula

Ex-presidente já pensa em 2018, e começa a falar de seu legado.

LULA - CAMPANHADurante um ato em Recife (PE) nesta semana, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) falou sobre vários assuntos, dentre eles as acusações contra si. Lula fez seu marketing pessoal e relatou que seu erro foi “dizer ao pobre da periferia, à mulher, ao negro, que ele tinha o direito de fazer uma universidade”.
“Eu fico pensando… qual foi o crime que eu cometi nesse país? O crime que eu cometi nesse País foi dizer ao povo pobre que ele tinha o direito de comer três vezes ao dia. Foi dizer ao pobre da periferia, à mulher, ao negro, que ele tinha o direito de fazer uma universidade. O crime que eu cometi foi dizer ao trabalhador rural: ‘Produza, que você vai ter financiamento para produzir e vai ter governo para comprar o alimento que você produzir’”, disse.
O petista ainda afirmou que pode tentar voltar à presidência em 2018 e aproveitou para atacar os adversários políticos, sem citar nomes.
“Se tudo o que eles estão fazendo comigo, se tudo o que eles estão fazendo com o PT é com medo que eu volte em 2018, se prepare porque eu posso voltar em 2018. […] Eles que se preparem. Se eles não sabem cuidar do povo, eu sei. Se eles não sabem cuidar dos pobres, eu sei. Se não sabem conviver com movimento social, eu sei.”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo