Cidades

MEC pede que Wikipedia retire perfil de ministro do ar

O Ministério da Educação (MEC) solicitou à Wikipedia que tire do ar o perfil do titular da pasta, Abraham Weintraub, na última quinta-feira (27), de acordo com informações do Estadão.

A página foi editada 25 vezes da última segunda-feira (1º) até esta quinta-feira (4) e atualmente está bloqueada para novas mudanças.

Colaboradores tem debatido o texto com o intuito de deixá-lo imparcial. O principal tópico discutido é o bloqueio orçamentário determinado pelo ministro.

“A informação que diz ‘corte de 30%’ está TOTALMENTE equivocada”, escreveu o usuário Nexus1997, acrescentando que “conforme o próprio ministério, é um CONTINGENCIAMENTO, algo bem diferente de um ‘corte’, de 3,4%”.

“Acredito que se restringir à dados de fontes oficiais é parcial”, rebateu o usuário João Victor Bertoldo, que completou: “Devemos seguir fontes como a Lupa/Folha de S.Paulo, que esclareceu esses valores:o corte representa 30% do total de despesas não obrigatórias e 3% do total de despesas, visto que salários não podem ser cortados”.

O perfil de Weintraub na Wikipédia foi criado no dia 8 de abril, pouco mais de três horas após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciar pelo Twitter que ele sucederia Ricardo Vélez Rodríguez no comando da pasta.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo