Cidades

Lupi: Rui pode apoiar candidatura do PDT ao Thomé de Souza

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, disse ver o governador Rui Costa como uma exceção do que chamou de “tendência hegemônica do PT” e afirmou que, em conversa recente, o chefe do Palácio de Ondina não descartou apoiar uma eventual candidatura brizolista à Prefeitura de Salvador em 2020.

“A tendência hegemônica do PT é de que qualquer frente que eles estejam o candidato seja do PT. Essa é a tendencia hegemônica atual do PT, e essa é nossa luta permanente com o PT. Eles só querem estar à frente na candidatura deles. Rui já não pensa assim. Ele disse: ‘Acho que, para formar uma frente, o PT não pode ter exigências’. Esse principio é um princípio bom de diálogo. Então vamos conversar”, afirmou na manhã desta sexta (25), em encontro com a executiva estadual da sigla em um hotel em Salvador.

“Rui fez uma tentativa de construir uma frente, porque tem que considerar a realidade, que é a de que [o prefeito ACM] Neto é muito bem avaliado aqui na capital, e ainda não tem uma definição de nome. Então eu disse que nós estamos abertos ao diálogo. Mas nossa proposta é ter candidatura própria, até para se afirmar. Se o partido não tem candidato ele abre mão da sua própria postura. Rui disse: ‘Vamos dialogar, vamos ver o que é possível’ e não descartou apoiar a candidatura do PDT. Não disse que iria apoiar. Disse: ‘Olha, não vejo impossível isso’”, declarou Lupi.

O encontro ocorre em meio a tratativas para um possível desembarque de Leo Prates (DEM) na legenda brizolista.

O secretário municipal de Saúde é visto como potencial nome para disputar o Thomé de Souza e atender os planos do PDT de ter o máximo de candidaturas próprias na eleição de 2020.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo