BrasilGeral

Lula critica privatização da Eletrobras e acusa Bolsonaro de cometer ‘crime contra brasileiro’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) declarou nesta terça-feira (18) no seu perfil oficial do Twitter, que o atual presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), está prestes a cometer mais um ‘crime contra o povo brasileiro e o futuro do país’, ao vender a Eletrobras a ‘preço de banana’. A afirmação ocorre na esteira da inclusão na pauta de hoje da Câmara dos Deputados de discussões sobre medida provisória enviada pelo governo que propõe a privatização da estatal.

Segundo a publicação de Lula, “se esse crime não for evitado, a privatização da Eletrobras vai também elevar consideravelmente as tarifas de energia, levando a conta de luz a fazer companhia aos preços abusivos do gás de cozinha, da carne e dos demais alimentos, que não param de subir”.

Ele citou os problemas enfrentados por Amapá em novembro de 2020 e alertou sobre os risco de apagões: “Uma série de falhas cometidas pela empresa privada responsável afetou o abastecimento de energia elétrica e água encanada, além dos serviços bancários, internet e telefonia, levando o caos à população.”

O ex-presidente também falou que privatizar a Eletrobras “é entregar de bandeja inestimável patrimônio” e é necessário “evitar que o governo Bolsonaro leve ainda mais nosso país à escuridão, é preciso dizer NÃO à privatização da Eletrobrás”.

“Privatizar é permitir que interesses privados passem a controlar as barragens e as vazões das águas, bem como o acesso a importantes fontes hídricas do nosso país”, defendeu.

BPMoney

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo