Cidades

Juiz do caso Eike Batista classifica como 'normal' dirigir carro de réu

JUIZ - PORSCHEO juiz federal Flávio Roberto de Souza, flagrado dirigindo o Porsche Cayenne de Eike Batista, que foi apreendido pela Polícia Federal, afirmou que o fato de dirigir o veículo de um réu é “absolutamente normal”. O magistrado comentou ainda que “vários juízes fazem isso”. O juiz afirma que comunicou o fato ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Em entrevista à ‘Folha de São Paulo’, o magistrado disse que o carro ficou em “local seguro, longe do risco de dano, na garagem do meu prédio, que tem câmeras”. Ainda segundo Souza, tudo foi documentado. Questionado por que não nomeou um depositário, o juiz afirmou que “não havia ninguém da minha confiança”. Souza disse também que a defesa do réu “se inspira na falácia e na fofoca” e que não vai dirigir o veículo de novo. No entanto, afirmou: “Ele (o carro) está à disposição da Justiça. Se quiser, eu posso”. (iG)

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar