CidadesGeralSaúde

Intervenção permite mais fluidez ao tráfego em Sussuarana

Considerado o ponto mais crítico da Avenida Ulysses Guimarães, em Sussuarana, o trecho de 400m em frente ao acesso ao vizinho Novo Horizonte ganhou uma intervenção viária construída pela Prefeitura e que já traz mais fluidez ao tráfego da região. A obra foi entregue nesta terça-feira (9) com as presenças do prefeito ACM Neto e do vice, Bruno Reis, além do superintendente do Trânsito de Salvador (Transalvador), Fabrizzio Muller, e imprensa

Com projeto elaborado pela Transalvador e execução através da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), a obra foi realizada em seis meses e recebeu investimento em torno de R$3,1 milhões. “Esta é uma região bastante condensada e marcada por forte presença do comércio e de moradias. As pessoas aqui sabem o quanto o congestionamento aqui havia se tornado uma marca em uma das vias mais demandadas da cidade. Agora, a dinâmica do trânsito será muito melhor e já traz mais qualidade de vida aos cidadãos, que vão gastar menos tempo no deslocamento para o trabalho e para casa”, relatou o prefeito.

A intervenção permitiu a construção de uma via marginal e implantação de baias em dois pontos de ônibus. Para dar suporte ao alargamento da via, foi feita uma contenção ao lado de um barranco com 12 metros de altura em gabião – tipo de muro de arrimo utilizado para estabilizar encostas e taludes. Também foram feitas melhorias na pavimentação e drenagem.

Aprovação – Os vizinhos Bruno Damasceno, de 24 anos, e Luiz Carlos Silva, de 20 anos, comprovaram a melhoria proporcionada pela ação da Prefeitura. “Antigamente, o trânsito aqui era um engarrafamento imenso. No horário de pico era muita dificuldade para pegar ônibus, porque demorava, atrasava, levava de 30 a 40 minutos para sair daqui. Agora os moradores da Sussuarana Nova e Velha, além de Novo Horizonte, estão muito felizes com essa obra”, disse Silva. “Ficou perfeita!”, arrematou Damasceno. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo