Cotidiano

Haddad não descarta chance de ter dona do Magazine Luíza como vice

Candidato derrotado do PT à presidência em 2018, o ex-prefeito Fernando Haddad disse nesta quarta-feira, 24, que parte da sigla defende o nome da empresária Luiza Trajano, presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, como candidata vice na chapa presidencial petista em 2022. Trajano é vista no PT como um nome progressista e que ela poderia reaproximar a legenda da cena empresarial.

“Tem gente no PT que tem saudade da dupla Lula-Zé Alencar. Ele foi a prova que um grande empresário pode ter compromisso com o País e ter responsabilidade social. Tem gente que acalenta o sonho de termos um vice assim”, disse Haddad em entrevista à rádio Super, em Belo Horizonte.

O empresário José Alencar, fundador da Coteminas, foi vice-presidente no governo de Luís Inácio Lula da Silva.

Haddad se reúne amanhã na capital mineira com o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), outro nome que é lembrado como potencial candidato a vice em uma chapa petista. A viagem marca o início de uma caravana do ex-prefeito pelo Brasil para tentar consolidar seu nome como presidenciável e marcar posição do PT no debate nacional.

Ele e a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, iniciaram nesta quarta-feira uma série de agendas em Minas Gerais. A primeira foi na região do Córrego do Feijão, em Brumadinho, local do rompimento da barragem da Vale, onde conversaram com representantes do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e sobreviventes do crime. Em seguida, estiveram em Contagem para uma reunião com a prefeita Marília Campos.

Os petistas também se encontrarão com o presidente da Assembleia Legislativa, Agostinho Patrus, e a prefeita de Juiz de Fora, Margarida Salomão. Participam também de três eventos abertos ao público, todos online, com transmissão ao vivo pelas redes sociais do PT: o lançamento do Fórum de Prefeitos e Vices do PT de Minas Gerais, o Seminário Educação, Luta e Esperança e o ato em comemoração ao aniversário de 41 anos do Partido dos Trabalhadores.

Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo