Política

Haddad é condenado a 4 anos e seis meses em regime semiaberto

O candidato a presidente derrotado nas eleições 2018, Fernando Haddad do PT, foi condenando a 4 anos e 6 meses de prisão em regime semiaberto por falsidade ideológica eleitoral. O petista foi denunciado por suposto recebimento de caixa dois no valor de R$ 2,6 milhões, na campanha de 2012, quando venceu as eleições para a prefeitura de São Paulo.

O suposto caixa dois teria sido pago pela empresa baiana UTC Engenharia, e o dinheiro segundo a Polícia Federal, foi parar diretamente nas gráficas de Francisco Carlos de Souza, ex-deputado estadual e líder sindical do Partido dos Trabalhadores – PT. “Chico Gordo” como é conhecido confessou que recebeu os pagamentos, mas segundo ele não eram para pagamentos da campanha do candidato a prefeito e sim a outros candidatos do PT, os nomes nunca foram revelado à PF.

A acusação disse que Haddad “deixou de contabilizar valores, bem como se utilizou de notas inidôneas para justificar despesas.” Declarou o promotor eleitoral Luiz Henrique Dal Poz.

A defesa do petista ainda não comentou a condenação, a decisão cabe recurso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo