Cidades

Grupo protesta contra projeto de Rui Costa que convoca 2 mil PMs da reserva

Participantes do último concurso da Polícia Militar, lançado pelo Governo do Estado, para preencher 2.750 vagas na área de segurança pública da Bahia, realizaram uma manifestação na manhã deste domingo (27), no Farol da Barra, em Salvador.

Eles pedem que o governo convoque mais dois mil policiais, além do que estava previsto no edital. O grupo é contra um projeto que o governador encaminhará para Assembleia Legislativa, que cria remuneração especial para policiais da reserva.

De acordo com o projeto, os profissionais da reserva serão convidados a retornar à ativa para exercer funções de retaguarda, como monitoramento de câmeras, que exigem a presença de policiais 24 horas por dia, nos sete dias da semana. Com esses 2 mil policiais e os novos concursados da Polícia Militar, a Segurança Pública do Estado deve contar com o reforço de mais quatro mil policiais para atuar nas ruas já no primeiro semestre de 2018.

No último certame, foram disputadas 2.000 mil vagas para o Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar (PM) e 750 vagas para o Curso de Formação de Soldado do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) . As provas objetivas do concurso, o qual teve 141.878 inscrições, aconteceram no dia 6 de agosto.

O Governo do Estado, por meio do coordenador de comunicação da Polícia Militar, capitão Bruno, informou que “não há nenhuma previsão dentro da Corporação sobre a efetivação da convocação dos policiais da reserva. Estamos aguardando a aprovação da lei que regulamentará a medida pela Assembleia Legislativa”.

O grupo, que já fez uma manifestação na região do Iguatemi, promete fazer um protesto na próxima quarta-feira (30), durante sessão na AL-BA.

Bocãonews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo