Notícias

Gás de Cozinha está mais caro em Salvador; reajuste chega a 6,25%

O valor do botijão de gás de cozinha (GLP) já sofre reajustados em até 6,25% nas principais distribuidoras de Salvador. De acordo com levantamento do Correio, em  algumas distribuidoras pesquisadas o valor varia em termos percentuais, pois cada marca pratica um preço diferente. Em uma distribuidora no Vale das Muriçocas, um botijão da Brasilgás custa atualmente R$ 37, ou R$ 42 com o serviço de entrega. Mas, a partir da próxima segunda (10), será R$ 2 a mais (4,76%). O galpão da Nacional Gás, na Fazenda Grande, já aumentou o preço para R$ 36 (R$ 40 com o serviço de entrega), desde o último sábado (31). Já no Galpão 3, em São Caetano, o produto sofre reajuste nesta quarta (4). O botijão da Liquigás passará para R$ 34 (R$ 37 com a entrega). Procuradas, a Ultragaz, responsável pela Brasilgás na Bahia, e a Liquigás, revendedora da Petrobras, informaram que não iriam se pronunciar, e que qualquer questionamento sobre o assunto deveria ser feito com o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigas). Em nota, o Sindigas informou que “os preços do gás são livres em todos os elos da cadeia. Não há tabelamento e, por isso, os preços sofrem variações para cima e para baixo de maneira não uniforme”. Sobre a composição do reajuste, a entidade representativa diz que “as pressões por aumento de preços podem ser decorrentes em função de aumento de custos, como frete e pessoal, mas o mercado reage de forma independente. Como o mercado tem autonomia para fixar seus preços, cabe ao consumidor pesquisar aquele revendedor que tem condições comerciais mais vantajosas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo