Cotidiano

Gabrielli defende “Wagner 2022” e prevê derrota de Neto

O ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, defendeu que o senador Jaques Wagner seja o candidato do PT ao governo do Estado em 2022, sucedendo Rui Costa (PT). O petista concedeu entrevista ao programa “Jornal da Cidade II Edição, com José Eduardo”, na Metrópole FM, na noite desta quarta-feira (4).

“Acho que o senador Wagner é o melhor nome que nós temos para representar o nosso grupo na eleição em 2022”, destacou o baiano, que também defendeu a candidatura do ex-presidente Lula naquele ano – mesmo estando impedido pela Lei da Ficha Limpa. “Vai ser uma eleição muito difícil, porque vamos estar disputando também a presidência da República”.

Ele ainda minimizou a provável candidatura do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), no pleito. O gestor é apontado como o principal ameaça contra hegemonia de quase duas décadas de governos petistas na Bahia. “Não tem problema [Neto ser candidato]. A oposição vai buscar uma saída, mas acho que vai ser derrotada”. 

Gabrielli assegurou que não pretende se lançar em cargos eletivos no futuro. “Tenho 70 anos, estou aposentado e pretendo continuar aposentado”, finalizou.

Bnews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo