Cotidiano

Foto de detenta amamentando bebê pelas grades em cadeia é “brasileira” causa indignação, é verdade?

Foto de mãe amamentando pelas grandes é verdadeira, mas não foi no Brasil.

Foto: reprodução

Uma foto de uma mulher que supostamente está presa em uma unidade prisional brasileira, amamentando através das grades, viralizou nas redes sociais.

 

A foto que causa indignação e comoção começou a ser compartilhada após a ex-primeira dama do estado do Rio de janeiro, Adriana Anselmo ganhar o direito de ficar em prisão domicilia para cuidar dos filhos menores de idade.

 

A imagem da mãe e o bebê gerou muita repercussão e muitos comentários, mas será que a história é verdadeira? Vamos aos fatos!

 

Primeiro é impossível a imagem ter sido feita dentro de uma unidade prisional brasileira.

 

Em 2015 o Brasil tinha 550 detentas com criança de colo, as unidades prisionais destinadas às mulheres, tem que ter berçário para que elas possam amamentar o bebê por tempo mínimo de seis meses. As unidades femininas devem possuir unidades para gestantes e parturientes, para crianças maiores 6 meses e menores de 7 anos é garantido o direito a creche tendo objetivo amparar a criança cuja responsável esteja presa.

 

A foto compartilhada e que tem causado indignação foi feita na Argentina em 2015 e pertence à Ruth Nunéz, 28 anos, ela conseguiu na justiça o direito de amamentar a cada 2h, porém os policias somente permitiram a amamentação destra forma, pelas grandes.

 

Portando no Brasil até o momento não se tem registro de bebê sendo amamentado pelas grandes. Boato.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo