Cidades

Estudantes de Cravolândia promovem Campanha do agasalho

A estação mais fria do ano passou a ter um significado para além do estudo em sala de aula para os estudantes do Colégio Estadual de Cravolândia (a 300 km de Salvador), no Centro-Sul do Estado. Com a aproximação do inverno, toda a comunidade escolar está envolvida na Campanha do agasalho, que visa arrecadar agasalhos, cobertores e peças de vestuário que serem doadas a moradores de comunidades carentes e da zona rural da região.

 

A atividade começou desde o mês de abril e segue até dia 10 de junho e também faz um associação com o período de festas juninas, por isso o nome ‘São João Solidário’. A estudante Camila Sena, 16 anos, 3º ano do Ensino Médio, diz que a participação no projeto promove um grande aprendizado para os envolvidos. “Não é confortável para mim saber que o outro está sofrendo com o frio. E é assim que estamos mobilizando nossos colegas, vizinhos e comunidade do entorno para se juntarem a nós e colaborarem com este ato tão belo de cuidado com essas pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade. Estamos empenhados em arrecadar muita coisa mesmo, para ajudar o maior número de famílias e com certeza isso faz de nós pessoas melhores”, declara a jovem.

 

O estudante Caio Gonzaga, 16, 2º ano, também falou sobre o sentimento de solidariedade. “Todos têm que ajudar. Na minha família, eu arrecadei muita coisa. Conversei com meus parentes e eles gostaram da iniciativa do colégio e me apoiaram doando muita coisa e já começamos a conversar com os moradores da cidade para darem aquela arrumada no guarda-roupa e doar aquele casaco, aquela calça ou até mesmo aquele cobertor que não usam, mas que servirão para outra pessoa”, relata. 

 

A vice-diretora da unidade escolar, Virgínia Lúcia Soares, diz que o projeto contribui para formação cidadã dos estudantes. “Esta ação é pioneira em nossa escola, todos estão muito envolvidos e contribui para a formação cidadã dos nossos estudantes, do processo de sentimento de pertencimento e de participação na sociedade. Temos um número grande de pessoas em vulnerabilidade em nosso município que sofre com o frio durante o inverno, principalmente idosos e crianças e este ano com este projeto, queremos ajudar pelo menos trazendo um pouco de conforto para essas pessoas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo