Slide

Esquecido no Botafogo, Jobson revela: ‘Vou jogar no Mengão, pode escrever isso aí’

Depois de causar problemas na maioria dos times em que jogou, inclusive no Bahia, o atacante Jobson treina separado do restante do elenco no Botafogo, mas tem certeza que terá um ‘futuro melhor’.
 
– Eu quero é jogar no “Mais Querido” [Flamengo], fazer dupla de ataque com o Vagner Love. Vou jogar no Mengão, pode escrever isso aí – disse o jogador ao UOL.
 
Com contrato até junho de 2015 no alvinegro, o jogador foi dispensado por indisciplina do clube no começo do ano e foi emprestado ao Barueri, mas preferiu sair da equipe paulista por este “não ter torcida”. Sem poder ser negociado em 2012 por já ter atingido o máximo de clubes possíveis em uma temporada, o jogador disse que não é aproveitado no Botafogo por culpa do presidente do clube, Maurício Assumpção.
 
– No Botafogo tem o policial bom e o policial ruim. O Anderson [gerente de futebol] faz o papel de mau, mas quem manda é o Maurício, que sai de bonzinho para a torcida. Se ele [presidente] quisesse eu estava jogando, mas fica jogando tudo para cima do Anderson, que também não quer. Mas não é só ele – desabafa Jobson.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo