Geral

Dieta que ajudou Dilma a perder 15 quilos é criticada por especialistas

DILMA - GORDA E MAGRAEnquanto adeptos ao método Ravenna, que ajudou no emagrecimento da presidente Dilma Rousseff, comemoram seus resultados, especialistas questionam os alimentos consumidos por essas pessoas. Alguns dos pontos negativos apontados são o cardápio com produtos industrializados, poucas calorias e proporções não indicadas dos grupos alimentares, além de afirmarem que a combinação de pouca gordura e exercício físico obviamente emagrece. “Não há novidade alguma em juntar cardápio de baixa caloria com atividade física e acompanhamento multidisciplinar. Comendo 800 calorias por dia qualquer um emagrece”, disse o endocrinologista Walmir Coutinho, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, ao jornal O Globo. Clínicas em Salvador, São Paulo e Brasília já aplicam o método, que tem cerca de 14 mil adeptos, desde 2009. O consumo diário fica resumido a 800 calorias, além de incluir exercício físico e acompanhamento médico, nutricional e psicológico, com promessa de redução de 5% a 10% em um mês. É também proibido carboidratos refinados, como farinhas e açúcares. O tratamento custa R$ 2.150 na primeira etapa, R$ 880 na segunda e R$ 440 na última.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo