Cotidiano

Defesa entra com novo pedido para revogar prisão de Geddel

A defesa do ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) recorreu mais uma vez ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), para tentar revogar sua prisão.

O novo pedido foi protocolado nesta sexta-feira (5) pelo advogado Gamil Föppel.

Detido desde o dia 8 de setembro de 2017 no caso do bunker de R$ 51 milhões, Geddel está a cerca de dois meses de completar dois anos no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

O período de mais de 660 dias atrás das grades faz do ex-ministro baiano o preso da Lava Jato com o maior tempo de prisão preventiva entre todos os outros políticos implicados na operação.

Diferentemente dos demais alvos da força-tarefa que ficaram reclusos por mais de 1 ano, o emedebista nem sequer foi julgado, o que deve ocorrer ainda neste segundo semestre.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo