Cidades

Datafolha: Reprovação a Dilma cai para 65%; 82% querem saída de Cunha

eduardo cunha e dilmaO índice de reprovação do governo Dilma Rousseff reduziu nos últimos meses. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, após atingir 71% em agosto, 65% da população não aprova o governo em dezembro, segundo pesquisa Datafolha divulgada na tarde deste sábado (19). Também houve crescimento da aprovação: de 8%, em agosto, o porcentual subiu para 12% em dezembro.

Na comparação com agosto, a aprovação se manteve (5%) somente na faixa mais jovem (16 a 24 anos), crescendo nos outros grupos etários e de renda, escolaridade e região. A maior variação na avaliação do governo ocorreu na faixa etária mais velha (60 anos ou mais), que foi de 13% a 21%; no segmento de 45 a 54 anos; que passou de 8% para 15%; e entre os moradores do Nordeste, que foi de 10% para 17%.

O levantamento também questionou se Dilma deveria renunciar: apesar do “sim” ainda ser maioria, apresentou uma redução de 62% para 56%; enquanto 41% responderam que a petista não deveria renunciar e 4% não souberam opinar. Em relação ao impeachment, 60% afirmaram que os parlamentares deveriam votar pelo afastamento; 34% eram contra e 3% foram indiferentes.

Antes do pedido, 65% queriam o impedimento, 30% não queriam e 5% não souberam responder. O Datafolha também questionou sobre a avaliação do Congresso, mas não houve alterações em relação à última pesquisa: apenas 8% consideram ótimo ou bom, 53% acham péssimo, 34% apontam como regular e 5% não souberam opinar.

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também sofre rejeição 82% querem sua cassação, enquanto 8% são contrários, 2% são indiferentes e 7% não sabem. Apesar das respostas, 87% dos 2.810 entrevistados em 172 municípios acreditam que o Brasil tem jeito. Apenas 9% responderam que “não”, 4% pontuaram que “depende”, e 1% não souberam opinar.

BN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar