Cotidiano

Ciro Gomes fica sem segunda dose da CoronaVac por falta de estoque no Ceará

Ex-prefeito de Fortaleza (1989-1990) e ex-governador do Ceará (1991-1994), Ciro Gomes (PDT) ficou sem a segunda dose da vacina CoronaVac, primeiro imunizante contra a Covid-19 autorizado no Brasil.

A aplicação do reforço da vacina estava agendada para ocorrer no último sábado, 1º de maio, mas precisou ser adiada por falta de estoque na capital cearense. A escassez do imunizante ocorre em todo o estado, bem como em outras regiões do Brasil.

De acordo com informações da coluna Painel, da Folha, Ciro está irritado porque a demora na imunização limita sua capacidade de circular para articular politicamente.

Bahia.ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo