Cotidiano

Bolsonaro: ‘CPI não causa estrago em mim, mas ao Brasil’

O presidente da República, Jair Bolsonaro, falou na manhã desta quarta-feira, 27, sobre a finalização dos trabalhos da CPI da Covid, concluída com a aprovação do relatório final na terça-feira 26. Ele participou de uma entrevista ao Jornal da Manhã, na estreia do canal de TV Jovem Pan News.

“A CPI não causa estrago em cima de mim, estou levando tiro o tempo todo e não tem problema nenhum”, afirmou o chefe do Executivo federal. “Mas para fora do Brasil é péssima. Gente que está investindo no Brasil, não investe. Prejudica a todos nós: mexe na bolsa, no preço do dólar, na inflação.”

Sobre qual partido deverá se filiar, Jair Bolsonaro disse estar mais próximo do PP e do PL. “Lido bem com os dois partidos. Atualmente, converso com as lideranças dessas siglas no caso de disputar a reeleição”, lembrou.

Preço dos combustíveis

“O preço tem ligação direta com a inflação”, disse Bolsonaro. “O valor subiu no mundo todo. Agora, temos a obrigação de lutar por um preço menor no Brasil.”

O presidente ainda sugeriu que é preciso ter previsibilidade, com o valor do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nominal nos postos. “Os Estados têm percentual sobre o preço, e os governadores falam que o valor é o mesmo desde 2019. O valor não é o mesmo, o percentual é o mesmo, porque o ICMS incide sobre o preço final”, argumentou.

Bolsonaro disse que, desde 2019, o governo federal arrecadou o mesmo valor. Porém, os Estados não procederam dessa maneira devido à bitributação do ICMS. “O volume arrecado pelos governadores quase que dobrou em dois anos”, explicou.

“Alguns acham que a culpa é minha, eu não posso interferir na Petrobras. É uma estatal que só me dá dor de cabeça”, disse Bolsonaro. “É uma empresa que está prestando serviço para acionistas, mais ninguém. Enfrentar um monopólio desse não é fácil”, concluiu.

Revista Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo