Notícias

Arcebispo diz que casamento gay abre portas para poligamia e incesto

O casamento entre pessoas do mesmo sexo pode levar a “uma ruptura social” que abre portas para a poligamia e o incesto, afirmou nesta sexta-feira (14) o arcebispo de Lyon na França, Philippe Barbarin, em um debate sobre a legalização das uniões entre pessoas do mesmo sexo. Depois de se reunir com o ministro do Interior francês, Manuel Valls, o clérigo afirmou em entrevista à rádio RCF que, uma vez adotado o casamento homossexual, “as consequências podem ser incontáveis”. “Depois vão querer formar casais de três ou quatro pessoas. Depois, um dia, a proibição do incesto vai cair”, afirmou Barbarin. O arcebispo definiu o casamento como “uma fortaleza” para proteger “o elemento mais frágil da sociedade, ou seja, a mulher que dá à luz uma criança, e permite todas as condições para que isso ocorra da melhor maneira possível”. O governo francês deve apresentar o projeto de lei que autoriza as uniões homossexuais no dia 28 de outubro, embora ainda não tenha definido todos os detalhes. Concretamente, ainda não se sabe se a lei vai autorizar o direito dos casais de lésbicas a terem o reconhecimento do direito de maternidade das crianças geradas por inseminação artificial. Informações do Terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo