Cotidiano

“Aquilo doía muito”, diz vítima de padre investigado por estupro

O padre Delson Zacarias dos Santos, de 47 anos, é alvo de uma investigação na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Ele é acusado de estupro de vulnerável, supostamente ocorrido entre os anos de 2014 e 2021. O site Metrópoles teve acesso ao processo.

As denúncias fizeram a Arquidiocese de Brasília afastar o religioso de suas funções. Por se tratar de uma investigação que envolve menor de idade, as informações sobre o caso não podem ser divulgadas pela polícia e são sigilosas até o final do processo.

A violência sexual praticada contra um jovem– iniciou-se quando ele tinha apenas 13 anos. Em contato com a reportagem, o rapaz descreveu os longos seis anos e seis meses nos quais sofreu abusos quase semanalmente. “Ele forçou a penetração, sem preservativos. Aquilo doía muito”, diz a vítima.

O sacerdote acumula passagens por paróquias no Riacho Fundo I, Sobradinho e Lago Sul. Além de ministrar aulas no seminário de Brasília e na Faculdade de Teologia (Fateo). A vítima conta que o padre chegou a tirar fotos dele sem roupa enquanto ele dormia.

“No início eu pedia para parar, depois de um tempo não tinha mais voz para conter as ações e tudo o que eu fazia era deixar a consciência dele trabalhar e perceber o mau que estava fazendo. Eu deixava, não porque gostava, mas porque aceitar e ficar em silêncio era menos dolorido do que fazer força para dificultar o ato”, relembrou o rapaz.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo