Cidades

Advogado ‘viraliza’ ao rejeitar caso de pai que queria usar filho para se vingar da ex

Um advogado fez sucesso nas redes sociais ao rejeitar um caso de guarda compartilhada no qual o pai queria se vingar da ex-esposa. Em seu perfil no Facebook, Rafael Gonçalves mostrou a conversa que teve com um homem pelo WhatsApp, interessado em mover a ação.

Questionado sobre horários de trabalho, definição quanto à visita ao filho, idade da criaça e pagamento de pensão, além do motivo do pedido, o homem não hesitou em revelar sua intenção. “Minha ex tá usando dinheiro da pensão com homem e eu prefiro eu mesmo gastar do que pagar a pensão, por isso quero compartilhar”, teria dito o caminhoneiro. Segundo ele, sua mãe se responsabilizaria pela criança de 4 anos, que recebe de pensão 30% dos rendimentos do pai. O advogado rejeitou o contrato, alegando que não trabalhava nessas condições.

O possível cliente pediu que o advogado falasse o seu preço, que ele pagaria o que fosse para “dar uma lição” na ex. Gonçalves manteve o posicionamento e teria recebido do homem uma imagem com cédulas de dinheiro. “Bem que eu desconfiei que era um adevogadozinho de merd*,que só defende essas vagabund*s que gastam dinheiro com macho. Perdeu um bom dinheiro que eu vou pagar pra outro advogado.

Achou que eu não tenho dinheiro?”, disse o homem. O advogado rebateu a mensagem e prometeu advogar de graça para a ex-esposa do caminhoneiro, caso ele impetrasse uma ação de guarda compartilhada. “Caminhoneiro não tem horário fixo, o genitor é você e não a sua mãe. Guarda compartilhada não isenta de pensão e esse 30% que você paga mal daria pra sua ex ir no cabeleireiro. Seja menos lixo e se importe com seu filho”, escreveu Gonçalves.

O post rendeu mais de 75 mil reações no Facebook, entre “like”, “amei” e “uau”, pelo menos 36,3 mil compartilhamentos e mais de 11 mil comentários. “Meu respeito a você. Queria que você pegasse meu caso! Infelizmente, eles fazem isso sim, pra poder punir a gente. Sem pensar na criança.

E são tão baixos que fingem uma vida estável, e ainda tentam forjar algo pra derrubar nosso caráter de mãe e nosso amor por nossos filhos”, disse uma seguidora. Uma outra elogiou a postura do advogado, que sabe o que a mulher sofria quando era casada com o homem em questão. “Meu, isso é um advogado de responsa.

Você está de parabéns. Enquanto alguns pais acham que as mães gastam o dinheiro com elas mesmo, elas pagam 160,00 de van escolar, 150,00 pra moça que fica com ele depois da escola… E mais todas as pequenas coisinhas que aparecem dia a dia. Eles não têm ideia do gasto que uma criança dá. Ridículos”, escreveu outra internauta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo